Português Italian English Spanish

Passeios do Macuco Safari terão reajustes a partir de 1º de janeiro de 2022

Passeios do Macuco Safari terão reajustes a partir de 1º de janeiro de 2022


Menores de 7 anos não pagam e idosos acima de 60 anos pagam metade do valor do ingresso.

O reajuste para os passeios do Macuco Safari, empresa concessionária do Parque Nacional do Iguaçu, passa a valer a partir do dia 1º de janeiro de 2022. O reajuste anual está previsto no contrato de concessão 01/2010, celebrado entre o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) para o Macuco Safari. A tabela prevê valores especiais para crianças e idosos brasileiros.

Novo tarifário

O passeio de barco do Macuco Safari, que é realizado dentro do Parque Nacional do Iguaçu, passa a custar R$ 362,00. Neste passeio, o turista é levado pela trilha de 2 km por uma carreta puxada por veículo elétrico, caminha por uma ponte suspenda de 600 m (opcional), desce até o deck com um bondinho para pegar o barco e subir o Rio Iguaçu até as grandes quedas das Cataratas do Iguaçu.

Valores dos demais passeios

Macuco Selva R$ 181,00; Macuco Safari Privativo (Mínimo 4 Pax ADT) R$ 723,00; Macuco Safari + Rafting R$ 542,00; Macuco Safari + Cachoeirismo R$ 542,00; Macuco Selva + Cachoeirismo R$ 362,00; Macuco Safari + Cachoeirismo + Rafting R$ 723,00 e Rafting R$ 207,00

Valores especiais

Crianças com menos de 7 anos (até 6 completos) não pagam. Já as crianças de entre 7 e 11 anos pagam meio ingresso. Os idosos brasileiros acima de 60 anos também terão tarifas especiais e pagarão meio ingresso.

Mas atenção, para usar estes benefícios será necessário apresentar documentos para comprovar a idade, como o RG original, ou a Carteira de Motorista, ou no caso das crianças, o Certidão de Nascimento. Caso contrário pagam o ingresso integral e este desconto para melhor idade é apenas para brasileiros.

Desconto para moradores

Através da regulamentação da Portaria 504/2002 do Ministério do Meio Ambiente (MMA), o Passe Comunidade garante desconto de 50% para os moradores das seguintes cidades: Foz do Iguaçu; Santa Terezinha de Itaipu; São Miguel do Iguaçu; Medianeira; Serranópolis do Iguaçu; Matelândia; Ramilândia; Céu Azul; Vera Cruz do Oeste; Santa Tereza do Oeste; Lindoeste; Santa Lúcia; Capitão Leônidas Marques e Capanema.

Documentos necessários para comprovar ser morador de município lindeiro ao Parque Nacional Iguaçu

• Conta de água/luz/telefone fixo

Constando o endereço do portador em um dos municípios beneficiados

• Título de eleitor

Cujo domicílio eleitoral seja em um dos municípios beneficiados

• Carteira de Trabalho

Constando registro de contrato de trabalho atual em empresa estabelecida em um dos municípios beneficiados

• Carteira Funcional e/ou Comprovante de Rendimentos de Servidores Públicos

Constando a lotação em um dos municípios beneficiados

• Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo

Constando o endereço do portador em um dos municípios beneficiados

Atenção - O benefício poderá ser estendido ao cônjuge e/ou filhos menores de 18 anos do visitante que comprovar residência nos municípios beneficiados, mediante a apresentação de certidão de casamento ou declaração de união estável, expedida por Tabelião e/ou documento que comprove a filiação.   (Fonte: Assessoria)

Editor: Jota Ribeiro e equipe Sudoeste Online (46 99942-0442)   -E-mail: massasudoeste@gmail.com  -  divulgação no site, FanPages e grupos de whattsApp.

Apoio: Ampernet, CODEFOZ, AMN, Ótica Cristal, Rede Brava de Farmácias, Junsoft, Cresol, Lodi Store, Hotel Resort Águas do Verê, AEN, Pousada FECEP Guaratuba,  Somos Fronteira, Recanto Cataratas Thermas Resort & Convention, Inglês Athus, Sicoob,Imobiliária Casa, Maqgil.